>> 15/02/2009

Respirar o caminho

De um sonho
Se faz o acreditar.
Do buscar,
Se faz o suor.
E assim,
Regam-se as plantas.
Cresce-se a alma.

O tempo
Se faz agora.
Do amor,
Só um “permitir”
Se implora.
(ama-se o que é amável).

Se for pra beber,
Que seja até a ultima gota.
Se for pra respirar,
Que seja do mais profundo suspiro.
Se for pra viver,
Que seja segundo
Por segundo.

2 Sopros de vento:

Léli 26 de fevereiro de 2009 12:37  

... e que se faça de cada segundo valer a pena...

Bom seria a vida assim, cada suspiro, até o último gole, mas a gente se prende em coisas pequenas e não se deixa viver não é mesmo? Continuamos tentando todos os dias!

Adorei!!

Bjos

angela 27 de novembro de 2009 22:36  

sim, em lugar desses goles soberbos, um conta-gotas...uma lata de vida em conserva...melhor seria mesmo como vc disse, o gosto de molho de tomate fresco, de sorvete de baunilha, de morango com calda de chocolate por cima...tudo com gosto pra ser arranhado pela língua.

sim Rafael, melhor seria se com tanta força tudo fosse...força de quem acredita como o que se sente com tua leitura, no ato mesmo de tua escrita viva (que eu mto gosto)



bj

  © Blogger template Shiny by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP