>> 15/02/2009

Céu silencio.

Hoje o céu amanheceu mudo.
Não estava nublado,
Pois assim demonstra cansaço,
Tristeza e silencio.
De quem tem sempre
Algo a dizer,
Só esperando a chuva descer.

Ele amanheceu sem nuvens.
Calado, perdido.
-Ô céu, não faças isso.
Perdidos estamos nós
Aqui em baixo.
Como eternos poemas
Sem rima.

Nós que estamos sempre
A escrever-te
Para subirmos a ti.
Estamos a perguntar-te:
-Porque estas
Tão calado assim?

Nuvem quando vem,
Se é grande,
Trás chuva também.
Mas se o céu é
Sem nuvens,
Silencio e imensidão
Solitária,
Não há o que dizer,
Não há explicação.
.............................................................(escrito originalmente em 28 de outubro de 2008)

1 Sopros de vento:

Lu 19 de outubro de 2009 19:10  

bueno* gostei da percepção sobre o ceú

  © Blogger template Shiny by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP